A maioria dos Projetos que se encontram no site foram desenvolvidos por Maria Miranda e Letízia Maria

Dramatização Para o Dia das Mães – a Doação

DRAMATIZAÇÃO PARA O DIA DAS MÃES

TEMA: A DOÇÃO

SUBTEMA: ADOTIVO FILHO É.

CENÁRIO:

· UM RIO;

· ÁRVORES;

· MÃE COM UM CESTO NA MÃO;

· UMA MENINA ( IRMÃ);

· UMA PRINCESA;

· VÁRIAS MULHERES (AIAS).

CENA I

Uma mulher surge entre as árvores, chorando e carregando um pequeno cesto nas mãos.

Olha muito triste para o rio. Fica parada como se esperasse um milagre.

Surge no caminho uma pequena caravana. Alegre, barulhenta, é a princesa que chega para o seu tradicional banho de rio.

A mulher se esconde e espera aproximação do grupo à beira do rio.

A princesa se prepara para entrar no rio.

A mulher aproveita, e silenciosamente coloca o cesto dentro do rio bem próximo ao grupo e sai sem ser vista.

A filha fica de longe observando a cena e cuidando para que nada aconteça de mal ao seu irmão. E para saber o que ia acontecer.

CENA II

Uma das aias vê o cesto dentro do rio e grita:

­– Olha! olha lá no rio!

O que será aquilo? O que tem dentro daquele cesto?

Todas olham em direção ao cesto e falam:

Parece que alguma coisa se mexe lá dentro!

Chamam a princesa.

Princesa, princesa, olhe aquilo no rio!

A princesa ordena.

Vamos meninas! O que estão esperando. Corram, depressa, peguem aquele cesto!

Uma das aias entra na água, retira de lá o cesto e exclama!

Vejam é uma criança! Está viva e dorme.

Todas correm para ver.

A princesa se aproxima e diz:

Que linda criança! Onde está mãe?

Olham para os lados, não vêem nada, falam:

Não há ninguém por aqui! Coitadinho do bebê! É um menino.

A princesa se assusta e diz:

Um menino! Meu pai não pode saber disso, senão vai matá-lo! Escondam, levem-no para os meus. Aposentos, vou cuidar dele sem que ninguém saiba.

Vou chamá-lo Moisés, o que veio das águas.

Procurem uma ama de leite para amamentá-lo.

CENA III

A garota que havia ficado na beira do rio para ver o que acontecia ao irmão, sai correndo e avisa a mãe.

Mãe corre, vai até o palácio, se apresente como ama de leite, estão precisando de uma para alimentar o meu irmãozinho!

CENA FINAL:

A mulher vai e é aceita.

Assim, salva e cria seu filho em segurança, juntamente com a princesa, a mãe adotiva de Moisés.

REFLEXÃO

QUERIDAS MÃES,

Entenderam o nosso recado? Isto é ser Mãe.

Uma Mulher, que para salvar seu filho, renuncia por amor.

Outra mulher, que por humanidade, responsabilidade compaixão e sobretudo por amor, salva, adota, cria. Ama como se mãe fosse.

Mãe é isso. É não colocar filhos no mundo irresponsavelmente.

Ser Mãe é amar, respeitar, educar, orientar. É assumir compromisso. É demonstrar com atitudes, ação, esperança e perseverança, amor ao filho que colocou no mundo ou assumiu perante a sociedade.

Para isto, não importa ser mãe de ventre ou de coração.

O que importa é simplesmente é ser mãe.

Com a historinha vimos:

Uma mulher que num gesto de amor e renúncia, salva seu filho.

Outra mulher que por amor recolhe e acolhe, contribuindo com isso, para a realização da grande obra do Criador. A libertação do povo de Israel

PARABÉNS MAMÂES!!!

Gostou? Recomende esse artigo para seus amigos?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>